Dia dos namorados

Dia dos namorados, o primeiro em que tenho motivos pra comemorar, é o dia do ano em que você sente aquele "cheiro", ou de romance, ou de depressão no ar.

É o dia em que a cola natural que há entre os casais se fortalece e os une ainda mais, renovando o amor, e coisa e tal. É o dia pra comemorar e dizer, "puxa vida, alguém me ama!". Ao mesmo tempo que para outros, é um dia até triste, solitário e propenso a recaídas emocionais, e para alguns casos, um dia indiferente e banal. É a data de dois sentidos: Em um ano pode ser um dia magnífico e no outro seu pesadelo. Aí depende. No meu caso, será magnífico, no seu, já não sei né...

Porque não é pelos presentes que o dia é importante, é o dia em que você pára e analiza sua história a dois, pensa que realmente vale a pena. Pensa no calor que sente ao lado da pessoa que ama, nos beijos intensos, nos longos momentos de prazer e em todas as palavras trocadas, olhares penetrantes e aquele bem estar único que ninguém além de você sabe como é.

É um dia de renovação, renovar o que é bom, e torná-lo novo, como se fosse do começo, pois é no começo que está a essência de tudo. A época em que nunca houve nada de errado, apenas as espectativas de fazer daquilo, eterno.

Então agarre-se a pessoa que você ama, vá atrás da sua mulher, ou suba encima do teu cara, sem medo, sem restrições, e faça desse dia um exemplo pros demais. Saboreie os lábios e aprecie as palavras como um banquete. Mas claro que com carinho né, não queremos que nossas mulheres nos vejam unicamente como tarados por sexo, obviamente...

Surpreenda, ame e liberte-se!

E nóis tecra por aí...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

hobbyblogclube disse...

Olá, Rafael!
Prefiro o cheiro de romance, sempre!!
Abçs!
Rike.

Postar um comentário

Ajude o Beco a crescer! Se gostou do post que acabou de ler, deixe um comentário.