Angústia irracional

Tem hora que não pensamos racionalmente, sofremos e nos sentimos sufocados... Por algum motivo completamente sem nexo.

É o pior tipo de angústia que existe, pois imagine você ficar com algo martelando tua cabeça, sabendo que não faz sentido sentir-se assim, que não há uma razão, um motivo, mas mesmo assim você fica pra baixo, no chão, no ralo do chuveiro.

É agonizante saber que não há uma solução viável para acabar com um problema, mais agonizante que isso é você nem saber direito o porquê de estar assim. Então eu pergunto: Será que é algo que realmente te incomoda?

Porque veja bem, eu duvido que uma pessoa possa se sentir mal por nada, é impossível despertar um sentimento por nada, oras, é como um interruptor, ele só acende a luz se você o pressionar, isto é, você só sente algo se algum fato, palavra ou seja lá o que for pressionar você.

Pensando nisso, ao nos sentirmos mal sem um motivo aparente, devemos pensar em tudo, no bagulho todo, pra tentar entender o que se passa conosco. Por isso acho infame alguém chegar e dizer que "não me entendo...", pois ninguém pode domar sua mente melhor do que você mesmo. Tudo o que quiser saber sobre si, basta pensar.

As vezes é algum desejo, ciúme ou palhaçada cretina que aparece e nos deprime, seja por algo que nos disseram, ou por algo que não deixamos de fazer.. O pior é que isso não deveria influenciar em nada nossas vidas, não deveria nos afetar, pelo simples fato de não fazer sentido. E ainda pior que isso, não sabemos como lidar com tal.

Então porque não sai e tenta suprir isso? Sim, suprir, porque ficar carregando pesos desnecessários as costas, é coisa de gente que gosta disso, eu particularmente não gosto né, tenho quase certeza de que você também não, então ficar remoendo lembranças ou egoísmos, pera lá...

Você se entende sim, sabe disso, não adianta dizer que você é indecifrável, pois se eu entro na tua cabeça eu faço estrago. E garanto que não é algo irracional, você sabe o que te chateia, se não sabe, apenas pense, reveja, repense de novo e mais uma vez.

E nóis tecra por aí...

0 comentários:

Postar um comentário

Ajude o Beco a crescer! Se gostou do post que acabou de ler, deixe um comentário.