Resumo da semana - 27/03/2011

Cá estou de novo e mais uma vez... Resfriado pra variar, com preguiça e... sei lá.


SEGUNDA
Atormentar alunos deve estar no currículo dos professores de física, pois tentar nos ensinar aquilo pode deixar sequelas em mentes não peparadas pscologicamente... De tarde vou ajudar a Mari com seu trabalho de inglês, daqueles que você faz rindo de tão fácil (recortar e colar no ensino médio? Pera lá...)... Queria ter tido trabalhos assim no meu primeiro primeiro ano, aí eu já estaria na faculdade. E de noite nosso amigo grilo falante ataca de novo!!



TERÇA
Sem professora de português na escola, o que eu faria lá, apenas com aula de geografia? Ora essa, dormi até babar a cama inteira. De tarde continuamos no trabalho de inglês da senhorita Mariana, acho que eu poderia ter feito uma capa melhor. Mas o que importa é que ficou pronto. Logo revemos pessoas sumidas no tempo, daquelas que você nem sabia que ainda estavam vivas...


QUARTA
Mari deu um pulo lá no colégio de manhã, que legal... E realmente, este mundo é muitíssimo pequeno. Engraçado é que, cada amiga que a Mari via, era seguida de um daqueles gritos bem altos e prolongados, tipo... "AHhhhhhhhhhh, AMIIIGAAAAAA!!!!!!!!". Enfim, eu e o namorado de sua amiga ficamos meio que de lado como já previa, daria tempo de almoçar e tudo mas preferi voltar logo. Pelo menos uma hora em pé no ponto de ônibus pra que ela pudesse ir ver a mãe dela e eu pingando litros de suor por estar com um casaco por tanto tempo. Uma passada rápida no chefe/sócio pra depois começar a estudar pra valer e trabalhar um bocadinho.


QUINTA
Um trabalho a menos, as aulas de biologia já foram mais cruéis... Acho que dois anos com o professor encapetado (mas gente fina pra caraca, diga-se de passagem) me acostumaram. Depois ficamos estudando pra história (quem não estuda em casa estuda de última hora), já que o teste seria logo depois. De tarde algumas coisas começam a pairar minha cabeça e me deixar um pouco preocupado. Que tenso...


SEXTA
O dia foi bem complicado, começando por eu, ao achar que ia na clínica, acabar ficando em casa pra depois ver que não iria. Tava esperando meu pai chegar pra poder conversar com ele, mas me senti completamente ignorado, fazer o que ¬¬ As preocupações atolaram minha cabeça a um estado de não conseguir prestar atenção em absolutamente nada.


SÁBADO
O típico macarrão do sábado, seguido de uma tarde pra estudar (NÃAAOO!!!). De noite saio pra ver a namorada, e ter que aguentar o hino do flamengo. Ainda bem que deu tempo de lavar a boca com sabão quando cheguei em casa, já que acidentalmente cantei um pedaço daquela coisa. Tava rolando uma festinha lá na rua, tava legal. Tudo isso, pra depois ficar acordado até as 2:30 jogando Megaman. Haha!

DOMINGO

Nada de mais, como todo domingo que se preze tudo com que me preocupo é... coçar. E é claro, estudar pra física. Eu sei que as maçãs caem no chão, não é preciso eu ter que aprender a calcular isso. Ou será que é?...

Pra todo problema há uma solução, e cada solução requer força de vontade, fé e perseverança pra existir.


E nóis tecra por aí...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

Carla Farinazzi disse...

Oi Felipe!

O que será que tanto te preocupou por esses dias, hein?

Como você mesmo disse, todo problema tem uma solução. Ou então, se não tiver, nem adianta se preocupar, né? Eu só peço que me seja dado perceber logo de cara se tem solução ou não, rsrsrs. Pra não perder tempo.

Beijos, obrigada por suas palavras

Carla

Postar um comentário

Ajude o Beco a crescer! Se gostou do post que acabou de ler, deixe um comentário.