Racismo vivo

O preconceito é algo que existem em cada um de nós, é impossível haver alguém que, mesmo sem malícia, forma um julgamento precipitado sobre as pessoas, culturas, obras e afins.


Mas as coisas mudam de rumo quando os nossos pré julgamentos não atendem nossas "preferências" e isso interfere em como agimos em tal situação. Podemos discriminar, julgar, oprimir, negar ou afastar pessoas e coisas caso não demos uma chance a nós mesmos de quebrar essa negação que formamos.

O racismo existe no momento em que nem precisamos formar opiniões negativas pra definir pessoas de etnias diferentes. Julgamos todos como inferiores, o resto, a sobra, espontâneamente. É algo já fixado em nossas mentes e que generaliza a todos que se encaixem nesses grupos que formamos em nossas cabeças.

É algo tão "natural" que até quem sofre esse tipo de preconceito já nasce disposto a lidar com ele. Eu conheço piadas de negros, conto essas mesmas piadas pra amigos negros, e como existe respeito nada é visto como um desaforo ou racismo. Jamais há discriminação. Trato pessoas como pessoas, independente de cor/sexo/religião/status... Mas há quem se utilize das diferenças apenas pra inflamar um ego estúpido que carrega como trunfo, sendo mais um peso fétido e descartável, em forma de pele branca.

É um preconceito tão grande e tão comum e que acompanha nossas vidas diariamente. Afinal, o mundo é racista, e nos convida a entrar nele, automaticamente. O poder da mídia e as influências que recebemos é que fazem a nossa cabeça. Ou você acha que o Ronald Mac Donald's prefere sair no comercial com o mulatinho ao invés do garoto claro de olhos azuis?

O mundo não quer aceitar quem não deveria estar nele. PQP...

Pior é que as pessoas realmente alimentam o racismo dentro de si mesmas. Seria hipocrisia dizer que não julgamos o "neguinho da favela", aquele lá que foi preso na micareta por tráfico de drogas. Mas acha justo negar o currículo do cara, só porque ele é negro e tem um brinco na orelha esquerda?

E se o cara tivesse qualificações acima da média?
E se o cara fosse muito mais preparado do que o racista que recusou ele?

Generalizar pessoas é um crime, tornar nossa mente algo seletivo, é ignorância. Largar de ser racista, e não se importar com as diferenças, ser humilde, entender que as pessoas não são todas iguais, dividir espaço e compreender que pele negra não é uma doença, chega a ser virtude.

E nóis tecra por aí...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

K & A. disse...

Olá, Felipe!
Essa é uma praga que está enraizada em nossa sociedade, mesmo que disfarçadamente, e vem sendo transmitida de geração pra geração. É certo que diminuiu bastante compardo a outros tempos, mas ainda temos uma longa estrada pra seguir. quem sabe um dia os livros, os jornais, as revistas, a televisão...?
Abçs!
Rike.

Lara R disse...

SUAHSUA. Acabei fazendo um post dando uma opinião parecida com a sua. Concordo contigo, todo mundo acaba tendo preconceito, seja ele racial ou de qualquer outro tipo pois somos criados assim! E é complicado mudar a sociedade. Existem muitas pessoas que não se dizem racista e pra provar falam "eu tenho amigos negros". Quer prova mais racista do que é essa? É como se o cara tivesse falando que ter amigos negros fosse um martírio, ou que esses amigos fossem inferiores a ele.
A sociedade infelizmente é assim. As pessoas falam que está mudando e tudo mais. Pode até estar, mas por serem mudanças muito lentas, eu dificilmente noto algo significativo.
Aliás, ótimo post! beijos. ;*

Postar um comentário

Ajude o Beco a crescer! Se gostou do post que acabou de ler, deixe um comentário.