Compreensão

Todos temos vidas. Todos queremos vive-las, fazer o que queremos/ temos que fazer.
O tenso é quando tem alguém que se opõe a isso.


Algo muito comum de acontecer, é quando nos vemos obrigados a escolher entre compromissos, seja trabalho ou encontros marcados com outras pessoas, ou fazer algo pra alguém que nos pede de última hora ou que já planejávamos fazer. Mas dependendo da situação, nem tudo sai como o esperado e temos que, talvez, desapontar tal pessoa, pois são compromissos importantes e inadiáveis. Imagine, você ia sair com os seus amigos, mas seu chefe manda você entregar um relatório pra ontem! Por mais que você queira sair com o pessoal, não tem escolha, trabalho é trabalho.

Tal coisa se complica quando fica difícil entender a necessidade de se ir trabalhar. As pessoas confundem a obrigação, dever e compromisso, com puro desleixo e descaso.

PQP... Quando estamos nessa situação, ficamos de mãos atadas. Algo tão simples, lógico, que se torna uma terrível crise entre duas pessoas. É como uma corda, onde os dois lados exercem força. Acontece que nunca somos puxados pra um lado, nós é que escolhemos pra qual vamos. E dependendo da escolha, as chances da corda se partir é grande, não podendo voltar atrás. Precisamos pensar bem antes de escolher pra qual vamos.

Tem horas... que é fácil. Amigos ou namorada? Namorada (dependendo da circunstância). Namorada ou trabalho? Trabalho (dependendo da circunstância). Trabalho ou aniversário do filho? TENSO.

Sim. Nunca há escolhas exatas. E existem escolhas realmente difíceis. Porque em alguns casos não cabe a nós escolhermos como serão as coisas. Apenas precisamos seguir o que nos é colocado. Ou você acha que o pai ficou feliz em perder o "parabéns" do aniversário de 5 anos do filho? Era isso, ou perder aquela promoção, pra poder levar o garoto pra viajem que ele tanto queria.

Mas uma coisa é fato. TODA situação dessas deve ser encarada com...
COMPREENSÃO.

Esse é um dom que nem todos tem. Saber analizar antes de julgar. "O cara é um submisso, esquece dos amigos pra ir pegar a mina!!" deveria vir depois de... "O cara completa dois anos com a garota, ele não pode perder esse dia.". Magoar profundamente o cara por ele não poder ficar com a garota, deveria vir depois de... É o trabalho dele, ele queria tanto isso, e agora que conseguiu...".

Se as pessoas parassem de tacar pedras e tentar se colocar no lugar da outra, tudo seria mais fácil. Tudo seria mais justo, mais honesto, mais lógico! Coisas assim são chatas pra ambos. Mais ainda pra quem tem que abrir mão do que tanto queria.

Uma pessoa presa, que vive em função dos outros sem poder viver por si mesma, não é feliz. É uma marionete. E alguém que expõe a pessoa a tal situação sem pensar em como ela vai se sentir, precisa urgente repensar se está sendo justa. Nem tudo pode estar a nosso favor.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

@ALittleAna disse...

Vc tem toda a razão... Parabéns! (:

Postar um comentário

Ajude o Beco a crescer! Se gostou do post que acabou de ler, deixe um comentário.